fbpx Novembro Azul: é hora de falar da saúde do homem - Libertas - Libertas

Novembro Azul: é hora de falar da saúde do homem

A expectativa de vida média do brasileiro é de 76,6 anos, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – e vem crescendo. Seria uma boa notícia se um dado específico não chamasse atenção: a expectativa de vida é de 80 anos para mulheres e de 73 anos para homens. A diferença de 7 anos entre um e outro se explica por vários fatores, incluindo genética e fisiologia. Porém, uma coisa é certa: os cuidados com a saúde são negligenciados pela maioria dos homens, ao contrário das mulheres.

Por isso, o mês de novembro é dedicado mundialmente à saúde masculina, sendo a prevenção ao câncer de próstata o carro-chefe do alerta para a necessidade de os homens se cuidarem.

Esse tipo de câncer afeta, obviamente, apenas os homens e é o segundo mais comum entre eles. Também é o segundo que mais mata entre os doentes oncológicos do sexo masculino. Em 2020, 66 mil brasileiros tiverem câncer de próstata. Dezesseis mil não resistiram. Lembrando que, se descoberto no início, os índices de cura são altíssimos.

O câncer de próstata ocorre geralmente após os 50 anos. Daí a recomendação para que todo homem a partir dessa idade faça o exame preventivo anual. Nos primeiros anos e quando não há nenhum sintoma ou suspeita da doença, basta fazer o PSA, que é um exame de sangue. Mas, quando há suspeita, é preciso fazer o exame de toque retal. Envolto a muito tabu, o exame é simples, demora poucos segundos e pode salvar vidas. 

Se você é homem e tem 50 anos ou mais, reveja seus “pré-conceitos” e cuide-se. E se você tem familiares e amigos a partir dessa idade, lembre-os da importância dos exames preventivos e incentive-os a se cuidar também.

Logo

Nós usamos cookies

Este site usa cookies para aprimorar sua experiência de navegação.

Receba novidades

Cadastre-se e receba tudo sobre cursos, artigos acadêmicos, processo seletivo e muito mais!